Síndrome de Cushing Ectópica: Um Desafio Diagnóstico e Terapêutico
Ectopic Cushing Syndrome: A Diagnostic and Therapeutic Challenge

Vera Fernandes - Autor Correspondente
Ana Margarida Monteiro
Maria Joana Santos
Maria Lopes Pereira
Olinda Marques

Conteúdo do Artigo Principal

Resumo

INTRODUÇÃO: A síndrome de Cushing ectópica é uma entidade rara e a identificação do tumor produtor de hor-mona adrenocorticotrópica (ACTH) pode ocorrer anos após o diagnóstico da síndrome de Cushing, dificultando a orientação terapêutica destes doentes.
CASO CLÍNICO: Mulher de 78 anos referenciada à consulta de Endocrinologia por síndrome de Cushing. Apresenta-va sinais e sintomas de hipercortisolismo e a investigação demonstrou síndrome de Cushing ACTH dependente, com ressonância magnética hipofisária sem alterações, cateterismo dos seios petrosos negativo e nódulo pulmonar de 8 mm. A cintigrafia com recetores da somatostatina, a PET-68Ga-SRP, a broncofibroscopia e a citologia do aspirado brônquico não revelaram alterações. Por franco agravamento clínico, iniciou-se terapêutica com metirapona, com resposta clínica e analítica muito favorável.
DISCUSSÃO: Este caso revelou-se um desafio diagnóstico e terapêutico. Embora sem localização do tumor primário, atingiu-se o principal objetivo, o controlo do hipercortisolismo, com melhoria da qualidade de vida da doente.

Palavras-chave: índrome de ACTH Ectópica/diagnóstico; Síndrome de ACTH Ectópica/tratamento; Síndrome de Cushing/diagnóstico; Síndrome de Cushing/tratamento

Detalhes do Artigo

Como Citar
Fernandes, V., Monteiro, A., Santos, M., Pereira, M., & Marques, O. (2018). Síndrome de Cushing Ectópica: Um Desafio Diagnóstico e Terapêutico. Gazeta Médica, 5(1), 51-55. https://doi.org/10.29315/gm.v5i1.141
Secção
CASOS CLÍNICOS

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)