Carcinoma Ductal Invasor da Mama: Marcação Axilar Prévia ao Tratamento Neoadjuvante. Caso Clínico e Revisão da Literatura
Invasive Ductal Carcinoma of the Breast: Axillary Marking Prior to Neoadjuvant Treatment. Case Report and Literature Review

Charlène Viana - Autor Correspondente
Hugo Rios
Nuno Barros
Luís Castro
Maria José Rocha
Arlindo Ferreira

Conteúdo do Artigo Principal

Resumo

Nos doentes com cancro da mama, o tratamento neoadjuvante tem um papel fundamental na diminuição do tamanho do tumor, possibilitando uma cirurgia conservadora, sem um aumento significativo da recorrência local. Estudos mais recentes revelaram também um impacto significativo do tratamento neoadjuvante na erradicação da doença axilar. Apresentamos o caso de uma mulher de 46 anos com carcinoma ductal invasor e com doença axilar comprovada histologicamente. Após marcação de ambas as lesões com material radiopaco, a doente iniciou quimioterapia neoadjuvante seguida de cirurgia conservadora. A biópsia seletiva de gânglio sentinela revelou a ausência de células neoplásicas assim como a peça de tumorectomia, ambas marcadas previamente. O tratamento neoadjuvante associado à marcação prévia das lesões permitiu a realização de uma cirurgia conservadora com uma resposta completa ao tratamento, para além de evitar o esvaziamento axilar. 


Recebido: 04/10/2016 - Aceite: 04/12/2017

Palavras-chave: Biópsia do Gânglio Sentinela; Carcinoma Ductal de Mama; Metástase Linfática; Neoplasias da Mama; Terapia Neoadjuvante

Detalhes do Artigo

Como Citar
Viana, C., Rios, H., Barros, N., Castro, L., Rocha, M., & Ferreira, A. (2018). Carcinoma Ductal Invasor da Mama: Marcação Axilar Prévia ao Tratamento Neoadjuvante. Caso Clínico e Revisão da Literatura. Gazeta Médica, 4(4). https://doi.org/10.29315/gm.v4i4.85
Secção
CASOS CLÍNICOS